Todas as cartas de amor são ridículas

Minha amada,

Acordo todos os dias querendo te beijar os olhos e olhar teu rosto. Sinto saudades nas tuas ausências mais fugazes e sofro por aquelas que ainda não nos alcançaram. De onde vem o vento que te sopra os cabelos agora? Que tecido toca tua pele? Que curva faz tua boca? Qual a temperatura do teu sexo? Penso em você. Na calma com que te amo, que mesmo enlouquecida, descanso: na tua lembrança e na tua certeza; na paz que você coloca dentro de mim. É tanto sentimento, minha amada. Tantas partes de mim que você toca e movimenta e aquece e enternece. E é, ao mesmo tempo, tão simples e fácil te amar que não duvido de mim. Sei que te amo. Estou destinada a te amar desse jeito que tem jeito de para sempre. E estou condenada a padecer de saudades a cada partida. E a celebrar tua presença que se aproxima com os minutos. Tua presença ao meu lado, dentro de mim, em cima, do avesso. Em tudo de mim há muito de ti. E eu penso em você a todo o tempo. Queria te dizer isso, amada: que você está sempre comigo. E que conto do meu dia para a tua memória que caminha ao meu lado na calçada; reclamo do trânsito para o teu espírito sentado no banco do carona; pergunto o que você quer jantar para tua lembrança na cadeira à minha frente. Faço listas mentais de tudo o que me acontece na distância para te contar depois do encontro. E quando se aproxima o encontro (ah, querida!), esqueço-me de todos os relatos cotidianos e apenas imagino teus olhos que brilham, teu sorriso que se expande largo e fácil no momento em que você me vê chegar. E penso que ela me ama. Céus, ela me ama! Nada mais importa. Sou tua. E te olho o rosto. E te beijo os olhos.

Anúncios
Todas as cartas de amor são ridículas

Um comentário sobre “Todas as cartas de amor são ridículas

  1. Fiquei assim, sem fôlego e me faltam o ar e as palavras. Não bastasse você, o amor desmedido que tenho por você, que me toma sem dó – sorte a minha (!), agora, são suas frases que me costuram a pele e avançam alma adentro. Não sei o que dizer além de que estou tomada por ti, que vive em mim. Não tenho palavras depois de te ler. Só tenho amor. Amor de sobra.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s